Amor de Verdade pt.1

 

João 4:13 - Jesus respondeu: "Quem beber desta água terá sede outra vez, mas quem beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede. 

Nós estamos tentando preencher uma necessidade infinita com suprimento limitado. 

Amor não é algo do tipo “seria bom que eu recebesse amor”. Amor é essencialmente uma necessidade psicológica, emocional e espiritual. Deus nos criou com uma necessidade eterna e imensurável por amor. O problema é que nós estamos tentando preencher uma necessidade infinita com suprimento limitado. Não é à toa que pulamos de relação em relação, compramos e usamos coisas e mais coisas, ou até mesmo, mergulhamos ainda mais fundo em vícios e maus hábitos. 

“Quando eu namorar eu vou ser feliz, quando ele me pedir em casamento eu vou ser feliz, quando eu casar eu vou ser feliz, quando nós tivermos filhos então vai concertar isso”. Nós enganamos a nós mesmos, pensando que nós estamos a um, dois ou três passos daquela promoção perfeita na vida, quando as coisas serão da maneira como nós queremos.

Existe um buraco dentro nós que não importa quanta coisa nós tentarmos colocar dentro de nós, nunca estaremos satisfeitos, até que nós nos conectemos com uma fonte eterna ilimitada.

Nós não precisamos somente de amor, nós precisamos do amor de verdade. Isso quer dizer que nós precisamos de alguém que esteja sempre prontos a nos atender, alguém que tem paciência infinita, alguém que sempre está pronto para ouvir, alguém que nunca está ocupado, alguém que tem um incrível conhecimento e sabedoria, alguém que esteja comprometido conosco, alguém que nunca está pensando sobre suas próprias necessidades em uma conversa, alguém que está totalmente e exclusivamente comprometido conosco. O problema é que nenhum de nós pode dar esse tipo de amor. 

Quando bíblia define o que é amor, ela apontou para uma única pessoa: Jesus. Quando nós ainda éramos pecadores, quando nós éramos os piores, quando nós estávamos no fundo do poço, Jesus nos amou, e continua nos amando, pacientemente esperando que nós nos voltemos para Ele para render nossas vidas a Ele. Se alguém pode te amar dessa maneira, o que você poderia ser capaz na sua vida?

 

Jesus durante sua cruxificação sentiu sede. Eu não acho que Jesus estava fisicamente com sede, eles tentaram dar algo de beber para Jesus, mas ele rejeitou. Eu acho que o que Jesus estava dizendo é que Ele estava com sede em sua alma. Por que? Por que seu pai virou suas costas para Ele, para que você fosse aceito. Ele se fez com sede para que nós fôssemos saciados com o amor de Deus. Isso é amor de verdade, e quando isso vai da sua mente até o seu coração, então isso muda sua vida.

LUCIO ACKERMANN TINOCO, pastor presidente

igrejainternacionalÁGAPE

igrejainternacionalÁGAPE

NÓS EXISTIMOS PARA LEVAR AS PESSOAS A EXPERIMENTAR E VIVER AMOR DE DEUS

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2018 Igreja Internacional Ágape

Todos os Direitos Reservados

desenvolvido por AGAPEstudios