Fé, Esperança e Amor pt.3

 

Mateus 15:28 - "Então, respondeu Jesus e disse-lhe: Ó mulher, grande é a tua fé. Seja isso feito para contigo, como tu desejas. E, desde aquela hora, a sua filha ficou sã."

Fé e esperança não são suficientes, nós precisamos do amor que não nos deixa desistir. 

Para entender o tamanho do amor de Deus é necessário entender o quão pequeno nós somos. Não é que Deus deseja nos humilhar, pois Deus nunca nos pede para fazer algo que Ele mesmo não tenha feito. Se nós queremos entender e ter o amor de Deus que impulsiona nossa fé e nossa esperança, então precisamos entender a humildade.

Nunca iremos experimentar e demonstrar o amor de Deus se não nos humilharmos completamente. E isso irá exigir de nós pedir perdão as pessoas, isso irá exigir de nós desconsiderar os comentários que a nossa família faz a nosso respeito, isso irá exigir de nós deixar de lado o desgosto que eu tenho em relação a uma pessoa na nossa igreja. Ter esse amor exige de nós descer da plataforma e deixar de confiar no nosso dinheiro, exige de nós servir e dedicar tempo às pessoas da igreja, as pessoas fora da igreja, as pessoas pobres, aos viciados, aos que não gostam de nós e se envolver com o propósito de Deus.

Se nós esperamos e temos fé que nosso casamento irá melhorar,  será preciso ter humildade e ter uma conversa franca e gentil com nosso cônjuge. Se nós esperamos e temos fé que sua situação financeira irá melhorar, será preciso ter humildade e aceitar trabalhar em uma posição que consideramos ser inferior. Se nós esperamos e temos fé que nossa igreja vai crescer, será preciso humildade de chegar nos horários, ter humildade para dividir um café com alguém, ter humildade para sentar junto, ter humildade de servir, humildade de dar atenção total a quem está falando. Ter humildade vale mais do que qualquer coisa grande que possamos fazer. É nesse contexto que Deus alertou ao rei Saul: "Melhor é obedecer do que sacrificar". 

Nós não precisamos de um simples conselheiro ou um coach. Nós precisamos de um Salvador, e é preciso ter humildade para reconhecer isso. A menos que nós entendamos o quão ruim é nossa situação sem Deus, nunca entenderemos o amor que Jesus demonstrou. Afinal, nós pensamos: "eu sou bomzinho, não preciso tanto desse amor de Jesus".

 

A fé a esperança daquela mulher não seriam suficientes para fazê-la continuar depois de ser rejeitada pelos discipulos de Jesus e depois de ouvir palavras duras. Entretanto o amor que ela tinha pela sua própria filha, tinha as características do amor de Deus, e isso é o que impulsiona nossa fé e esperança, o verdadeiro amor. 

LUCIO ACKERMANN TINOCO, pastor presidente

igrejainternacionalÁGAPE

NÓS EXISTIMOS PARA LEVAR AS PESSOAS A EXPERIMENTAR E VIVER AMOR DE DEUS

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2018 Igreja Internacional Ágape

Todos os Direitos Reservados

desenvolvido por AGAPEstudios

igrejainternacionalÁGAPE