Novo EU, Nova Ágape pt.3

I Tessalonicenses 5.23 - "O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.".

Não somos automaticamente perfeitos quando nos decidimos por Cristo. Mas a principal característica de quem se decide por Cristo é estar uma constante renovação.

Assim como o Curioso Caso de Benjamin Button o nosso caso também é curioso. No momento em que decidirmos por seguir a Cristo não conseguimos nos enxergar perfeitos. Talvez podemos nos lembrar quando nos decidimos por Cristo, durante algum tempo, ainda praticávamos alguns maus hábitos. Não somos automaticamente perfeitos. O processo de renovação é diário e contínuo. 

No domingo estamos em paz igreja,  mas na segunda feira estamos falando mal do nosso colega de trabalho. No domingo cantamos “eu sou livre”, mas na segunda mantemos nossos maus hábitos. No domingo somos gratos, mas na segunda estamos reclamando e murmurando de tudo. Não podemos nos enganar e achar que é normal continuar ter as mesmas características e os maus hábitos continuamente. A coisa piora ainda mais, quando desenvolvemos hábitos ainda piores, quando desanimamos ainda mais e cada vez mais. 

O velho eu se corrompe por causa da futilidade da sua mente. Se ocupa com coisas irrelevantes, com curtidas e comentários em redes sociais, com programas de TV impróprios, com as más companhias, com conversas desagradáveis, com aplicativos de celulares desnecessários, com músicas questionáveis. Será que não estamos experimentando demais essas coisas, para nos tornar novos, para nos tornar melhores? Já não basta usar isso? 

Não haverá espaço para o novo se não eliminarmos o velho: 

O Fermento velho – Não devemos tentar levar vantagem sobre as pessoas nos negócios, no dinheiro, dízimos, ofertas. Isso poderá fazer algumas pessoas crescerem rapidamente e inchar, mas será como um veneno para vida delas.

 

A Roupa velha – Devemos cuidar da nossa aparência, não somente aparência física, mas aquilo fazemos diariamente, o que está na nossa boca, no nosso carro, na nossa casa, nas nossas redes sociais. Não podemos ser conhecidos como seguidores da política, devemos vestir uma camisa nova: Jesus Cristo. 

Os Odres Velhos – Devemos reservar a nossa mente, as nossas emoções, nossos corpos para os novos projetos de Deus na nossa vida. Devemos nos preparar para a próxima fase da nossa vida: prepare-se para o namoro, prepare-se para o casamento, prepare-se para ter filhos, prepare-se para deixar os filhos irem, prepare para o novo emprego, prepare-se para servir na igreja. Prepare para o que Deus vai fazer em você e através de você.

A Mente do filho mais velho – Quando o irmão que estava perdido, voltou para casa, o pai estava muito feliz, ele faz uma festa, porém o filho mais velho chega e fica indignado e não quer entrar em casa, e ao se dirigir a seu pai, ele nem mesmo se refere a seu irmão como irmão, mas diz ao pai,"esse teu filho". Precisamos romper com uma vida de ciúmes, devemos nos unir aos que chegam depois de nós e incentivá-los.

A Casa velha – A glória da segunda casa será maior que a da primeira. Por isso uma nova casa, uma Nova Ágape. Precisamos servir de forma diferente e melhor, chegar mais cedo para os cultos, se envolver mais com seus líderes, não faltar cultos por quaisquer motivos. 

O que nós precisamos fazer: retornar a fazer como antes ou inovar ou talvez os dois? Devemos tomar as atitudes em direção ao novo. Precisamos fazer as pazes com um irmão, liberar perdão, nos livrar do passado de retalhos se uma igreja ou um pastor nos machucou, ser mais frequentes nos cultos, nos envolver mais com o serviço. Se nós aceitarmos esses desafios, nós iremos experimentar essa renovação. 

LUCIO ACKERMANN TINOCO, pastor presidente

igrejainternacionalÁGAPE

NÓS EXISTIMOS PARA LEVAR AS PESSOAS A EXPERIMENTAR E VIVER AMOR DE DEUS

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2018 Igreja Internacional Ágape

Todos os Direitos Reservados

desenvolvido por AGAPEstudios

igrejainternacionalÁGAPE